skip to Main Content

10 sintomas de Câncer Infantil ou de adolescentes que você não pode ignorar

10 Sintomas De Câncer Infantil Ou De Adolescentes Que Você Não Pode Ignorar

 

Atualmente se conhece os sintomas, o que possibilita a procura imediata do tratamento contra o câncer infantil e de adolescentes.

ad

Mas isso não acontecia a 40 anos atrás. Não se pensava em crianças com câncer. Em muitos casos o diagnostico tardia era um problema para a cura.

Alguns sintomas parecem muito com outras doenças infantis comuns, como viroses. A diferença é que a maioria das doenças infantis desaparecem entre 7 a 10 dias, mas isso não acontece quando se trata de câncer.

O que precisamos entender, é que as crianças são diferentes dos adultos, a sua fisiologia e a manifestação do câncer não é igual. Por exemplo, não existe prevenção de câncer infantil, porque a maioria das causas não são identificadas. Geralmente os fatores de risco são pre-disposição genética e causas associadas a infecções por vírus. Os indíces de cura de câncer infantil são mais altos que nos adultos.

Os tipos de câncer mais frequentes em crianças e adolescentes são:

ad

Linfoma: câncer que ataca o sistema linfático que é uma rede de órgãos e tecidos responsáveis pela defesa orgânica e que transportam um líquido chamado linfa – um dos componentes do sistema sanguíneo e que atua na nutrição celular.

Leucemia: Atinge os glóbulos brancos (leucócitos) que são responsáveis também pela defesa do organismo, prejudicando o funcionamento da medula óssea, e consequentemente impedindo a produção de células sanguíneas normais, causando problemas como anemia e hemorragia e deixando o corpo sem defesa contra infecções. Sua incidência é de 30% (alta).

Tumor do SNC: Atinge o sistema nervoso central (encéfalo e medula espinhal). Em incidência (25%) só perde para a Leucemia (30%). Os sintomas dependem de onde o tumor se encontra ou seu tamanho. Geralmente obstrui o fluxo de líquidos cerebrais e causa hipertensão intracraniana. O paciente tem fortes dores de cabeça e vômitos.

Neuroblastoma: Mais comum em crianças abaixo de cinco anos. Atinge o sistema nervoso periférico e podem surgir caroços no abdome, pescoço ou pélvis.

Tumor de Wilms: Ataca os rins e é mais comum em crianças de 2 a 4 anos.

Retinoblastoma: Ataca o olho (retina).

Osteossarcoma: Agride os ossos, principalmente a área ao redor dos joelhos e é mais comum em adolescentes abaixo de 15 anos. É um câncer agressivo e que se propaga para os pulmões.

Sarcomas de partes moles: Tumores do tecido conjuntivo (músculos).

Atualmente, a boa notícia é que, cerca de 70% dos pacientes alcançam a cura, através de diversos tratamentos.
No entanto, seja qual for o tipo de câncer, o diagnóstico precoce é fundamental para a cura.

Fique atento as queixas das crianças e adolescentes. Preste atenção nos sintomas e se persistirem ao tratamento.

São sintomas do câncer infantil:
Perda de peso – inexplicável e contínua.

Dor nos ossos e nas articulações que prejudicam as brincadeiras e ou atividades.

Dores de cabeças acompanhadas de vômitos, geralmente na parte da manhã.

Caroços que não cedem – costumam aparecer no pescoço, axilas, virilhas e abdome.

Aumento do volume da barriga.

Petéquias – pequenas manchas avermelhadas que indicam sangramento dos vasos sanguíneos, geralmente capilares.

Manchas roxas na pele (hematomas) sem que houvesse pancada no local.

Brilho esbranquiçado em um dos olhos quando a retina é exposta à luz, como a de flashes.

Cansaço constante e palidez – Anemia.

Febre persistente de origem indeterminada ou desconhecida.

Infecções frequentes, baixa imunidade.

Fique atento a todos estes sintomas. Caso eles persistam, procure um médico, e se os sintomas persistirem, procure uma segunda opinião.

ad