Agasalhar demais o bebê pode causar febre e desidratação. Saiba como identificar os sinais do exagero

Publicidade

 

Toda mãe tem uma preocupação em excesso, com os filhos. É comum as mães exagerarem agasalhando demais os filhos, principalmente os recém-nascidos. O exagero em algumas vezes pode levar um desconforto e até problemas de saúde.

“A febre é um dos sintomas mais presentes. Muitos dos telefonemas que recebo na madrugada com queixas de febre são resolvidos com a constatação de que a temperatura alta é causada pela dose inadequada de aquecimento”, diz o pediatra e homeopata Yechiel Moises Chencinski. Nesses casos, o conselho do médico é simples: retirar cobertor, touca, macacão e luvinha, esperar 30 minutos e medir novamente com termômetro….

A solução que deve resolver e o bebê voltar a ter a temperatura normalizada, basta apenas remover as luvinhas, o cobertor e a touca, espere um pouco, de 20 a 30 minuto e volte a verificar a temperatura colocando o termômetro. Se o cobertor for do tipo muito grossinho, então retire também.

Publicidade

Assim a mãe poderá avaliar melhor, se o bebê precisa ir ao pediatra, ou foi mesmo o excesso de roupas.
É muito importante fazer isso no quarto sem abrir as janelas, pois a criança estava envolvida em roupas e cobertor, ao abrir a janela e a temperatura do corpo baixar muito rápida, ele pode se resfriar.

“Temos a capacidade de manter nossa temperatura corporal relativamente constante, independente do grau externo. O que acontece é que o sistema termorregulador do bebê ainda precisa se adaptar e, geralmente, a adaptação vai até os seis meses de vida. Daí esse conceito de que precisam ser mais protegidos”, informou o médico e seguiu com as orientações;

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *