skip to Main Content

Estudante de 16 anos morre devido o coronavírus, poucos dias depois de ter uma tosse leve

Estudante De 16 Anos Morre Devido O Coronavírus, Poucos Dias Depois De Ter Uma Tosse Leve
Publicidade

 

A estudante francesa, tornou-se a pessoa mais jovem da Europa a morrer de coronavírus.

Julie Alliot, 16 anos, morreu por problemas respiratórios em um hospital de Paris na última quarta-feira, depois de desenvolver uma “tosse leve” há uma semana.
Sua irmã, Manon esta de coração partido, ela compartilhou um aviso a outras pessoas de que o COVID-19 pode matar jovens e pacientes mais velhos com problemas de saúde subjacentes.

Ela disse: “Devemos parar de acreditar que esse vírus afeta apenas os idosos.

“Ninguém é invencível contra esse vírus mutante.

Publicidade

“Julie teve uma tosse leve na semana passada. A situação piorou no final de semana passado com muco e, na segunda-feira, fomos ver um médico.

“Foi lá que ela foi diagnosticada com dificuldade respiratória. Ela não tinha nenhuma doença em particular antes disso.

A Irmã De Julie, Manon
Manon concordou em falar com o jornal parisiense e em divulgar uma fotografia de sua irmã, porque queria alertar outras pessoas sobre o risco de coronavírus para os jovens.

Julie morava com sua família em Longjumeau, sul de Paris, e estudava no ensino médio.

Ela foi levada às pressas ao médico local na terça-feira e depois transferida para o Hospital Necker, na capital francesa.

A irmã continuou: “Seus pulmões falharam. Os médicos fizeram tudo o que podiam, mas era impossível acordá-la.

Publicidade

‘SEUS PULMÕES FALHARAM’
Manon e sua mãe chegaram ao hospital após a morte de Julie.
“Ela só teve uma tosse leve que tentou curar com xarope, ervas, inalações.

“No sábado, Julie começou a ficar sem fôlego. Ela estava tendo dificuldade em recuperar o fôlego. Então vêm os acessos de tosse.”

Veja mais:

Isso convenceu a família a levar Julie a um clínico geral, que ligou para os serviços de emergência.

O funeral da garota de 16 anos será realizado na segunda-feira em sua cidade natal, mas com “apenas dez pessoas no máximo”.

Na quinta-feira, as autoridades francesas disseram que 365 pessoas foram mortas pelo COVID-19 nas últimas 24 horas, elevando o número de mortos para 1.696.

Fonte: https://www.thesun.co.uk/

Publicidade