skip to Main Content

Estudo comprova que o segundo filho é o mais Arteiro

Estudo Comprova Que O Segundo Filho é O Mais Arteiro
Publicidade

 

Um estudo realizado em 2017 por Sanni Breining, Joseph Doyle, David N. Figlio, Krzysztof Karbownik e Jeffrey Roth, comprovaram que o segundo é mais arteiro que o primeiro filho.

Esta pesquisa foi feita com mais de 2 milhões de crianças americanos e dinamarquesas. Este estudo foi chamado de Birth Order and Delinquency. A pesquisa foi realizada por ondem de nascimento e como pode afetar em problemas disciplinares das crianças na escola, e como pode afetar a deliquência juvenil e contribuir para o crime na idade de adulto.

Os autores chegaram a algumas conclusões. Veja:
É mais provável que o segundo filho do sexo masculino exiba mais delinquência do que o irmão mais velho, enquanto a tendência rebelde no sexo feminino não é tão marcante;

Não há evidências de que o segundo filho é menos saudável do que o mais velho;
Não há evidências de que os pais invistam menos na educação do segundo filho.

Publicidade

Veja Mais:

Publicidade

Os pesquisadores concluíram que o tempo que os pais passam com o primeiro e segundo filho muitas vezes difere – e pode ser por isso que os comportamentos rebeldes surgem. “Consideramos as diferenças na atenção dos pais como um fator potencial de contribuição para as lacunas na delinquência”, disseram os autores do estudo.

Nem todo mundo tem a opção de passar mais tempo com o segundo (ou terceiro ou quarto). Entretanto, é necessário reconhecer que o tempo com as crianças é realmente importante e seria ótimo se todos os pais tivessem a oportunidade de curtir com os filhos sem pressões financeiras ou de saúde interferindo.

Publicidade