skip to Main Content

Jovem mãe infectada com COVID-19 deu à luz em coma

Jovem Mãe Infectada Com COVID-19 Deu à Luz Em Coma
Publicidade

 

Ela pensou que tudo estava perdido, mas agora ela e sua filha prematura são o sinal de que existem milagres.

As mulheres grávidas estão no grupo de risco do COVID-19; no momento em que escrevemos este artigo, muitas mães perderam seus filhos para esta doença devido ao risco de parto prematuro e outras complicações. No entanto, recentemente ocorreu um caso que nos motivou a não perder a esperança diante da pandemia.

As mulheres grávidas são outra população em risco do COVID-19; no momento em que escrevemos este artigo, muitas mães perderam seus filhos para esta doença devido ao risco de parto prematuro e outras complicações. No entanto, recentemente ocorreu um caso que nos motivou a não perder a esperança diante da pandemia.

A luz no fim do túnel
Nesta terça-feira, 14 de abril, em Washington, Estados Unidos, Angela Primachenko, uma mulher grávida de 27 anos, deu à luz enquanto estava em coma.

Publicidade

Jovem mãe infectada com COVID-19 deu à luz em coma

A doença dessa jovem mãe havia começado há vários dias e estava ficando cada vez pior, chegando ao ponto em que ela tinha que ser internada em uma sala de terapia intensiva. Dado seu delicado estado de saúde, os médicos decidiram induzir um coma para facilitar o tratamento da doença e reduzir o sofrimento do paciente.
Quando seu coma foi induzido, Angela estava com 33 semanas de gravidez . Para evitar complicações, os médicos decidiram também induzir o parto e foi assim que nasceu a filha de Angela.

Quando ela acordou, a mãe imediatamente notou a grande diferença em seu abdômen, então sabia que seu bebê não estava mais lá.

Veja Mais:

Por meio de uma entrevista, Angela descreveu sua experiência com as seguintes palavras:

Publicidade

“Acho que o que aconteceu é um milagre, depois que minha doença se tornou tão complicada que eu acreditava que minha filha não iria nascer. No entanto, quando acordei e percebi que ela não estava mais dentro de mim, fiquei realmente surpreso “.

Jovem mãe infectada com COVID-19 deu à luz em coma

Um milagre digno de ser reconhecido
Era tão estranho e tão surpreendente que a mãe em sua condição tivesse dado à luz que a equipe médica decidiu aplaudir de pé no momento em que foi removida da unidade de terapia intensiva. Para Aida, este foi um momento bastante emocionante.

Neste sábado, Aida foi liberada do hospital, graças a sua melhora cada vez mais notável. No entanto, como medida de segurança, ele ainda não viu sua filha pessoalmente. Para que o encontro ocorra, ele deve ser negativo no teste COVID-19 mais de uma vez.
Atualmente, o bebê, chamado Ava, ainda está na unidade de terapia intensiva para a prematuridade do trabalho de parto. Felizmente, ela testou negativo para COVID-19 em mais de uma ocasião. A partir daqui, as enfermeiras são encarregadas de enviar fotos e fazer sessões do Facetime para que a mãe possa ver sua filha.

A sorte também acompanha toda a sua família, pois o marido e a filha mais velha de Aida, Emily, 11 anos, também falharam no teste COVID-19

O desejo de uma mãe
Por toda a experiência que teve no mês passado, Aida decidiu contar sua história através de sua conta no Instagram. Em seu último post, ele escreveu o seguinte:

“Minha filha Ava ainda está na unidade de terapia intensiva, não pude vê-la pessoalmente, mas sou eternamente grata às enfermeiras do hospital, que continuam me enviando fotos. Mal posso esperar para conhecer ele. Atualmente, Aida está em casa, esperando um teste negativo no COVID-19 para encontrar seu bebê.

Jovem mãe infectada com COVID-19 deu à luz em coma

Fonte: https://www.babysitio.com/

Publicidade