skip to Main Content

Mãe de um bebê Internado pelo Coronavírus faz ALERTA a todos os pais: ” A doença é muito séria”

Mãe De Um Bebê Internado Pelo Coronavírus Faz ALERTA A Todos Os Pais: ” A Doença é Muito Séria”
Publicidade

 

O Bebê de sete meses precisou ser internado depois de desenvolver pneumonia por causa do COVID-19, e ela fez uma alerta em sua redes sociais.

A mãe Courtney Doster que mora em Carolina do Sul dos Estados Unidos, também testou positivo para o coronavírus e seu filho Emmett Também.

A mãe relatou quando o filho foi diagnosticado. “Meu bebê estava tossindo demais e depois sua febre aumentou para 40 graus! Então eu o levei para o hospital na segunda-feira passada (16/03). Lá fizemos os exames e eu e ele testamos positivo para o coronavírus. Meu filho ainda foi diagnosticado com pneumonia”, relatou Courtney em entrevista ao jornal New York Post.

O bebê precisou ficar internado alguns dias. Agora ela recebeu alta hospitalar e continua o tratamento em sua casa. Toda a família esta respeitando a quarentena até o dia 1º de abril.

Publicidade

A mãe Courtney decidiu fazer este desabafo em suas redes sociais, para que todos tenham muita atenção em relação ao COVID-19 e as crianças.

“É uma doença muito séria sim! E precisamos ficar atentos para os sinais de alguma possível complicação nas crianças”, relatou a mãe.

Publicidade

Os bebês não fazem parte do grupo de risco, porém e necessário muita cautela, por isso não significa que eles são imunes do coronavírus.Os bebês podem sim ter o vírus e podem ter complicações.

Veja Mais:

 

Acontece que bebês e crianças têm menos chances de desenvolverem uma complicação. “Tem um estudo que saiu recentemente que incluiu 2 mil crianças com COVID-19 na China, continua valendo o mesmo entendimento, que as crianças têm quadros mais leves que os adultos. 95% das crianças tiveram formas leves e moderadas neste estudo, uma ou outra pode esperar um quadro mais severo. Os bebês e crianças se infectam, mas de maneira geral mais leve”, explicou o infectologista e pediatra Dr. Marco Aurélio Sáfadi, presidente do Departamento de Imunizações da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP).

No caso do bebê ou criança, ter alguns dos sintomas do coronavírus, o melhor a fazer é levar até um posto de saúde, e depois manter o pequeno em quarentena.E ficar atento a todos os sintomas preocupantes.

“O principal sintoma que deve chamar a atenção é a presença de falta de ar, crianças que apresentam fatiga respiratória, cansaço para respirar e febre persistente, a criança que não consegue se alimentar, que está prostrada, abatida”, explica o Dr. Marco Aurélio Sáfadi.

Publicidade