skip to Main Content

“Minha filha derrotou o câncer de mama quando tinha apenas oito anos”, conta a mãe

“Minha Filha Derrotou O Câncer De Mama Quando Tinha Apenas Oito Anos”, Conta A Mãe
Publicidade

 

Chrissy Turner, de 12 anos, tem orgulho de contar ao mundo como ela venceu o câncer quando tinha apenas oito anos – seguindo os passos de seus pais sobreviventes de câncer, Annette e Troy.

O diagnóstico de Chrissy chegou notavelmente no início de sua vida, mas mesmo em uma idade tão jovem, o câncer já fazia parte de seu vocabulário. Sua mãe, Annette, lutou contra o câncer do colo do útero logo após dar à luz a irmã mais velha de Chrissy, Brianna.

“Abril de 2000, recebi meu diagnóstico. Minha resposta inicial foi terror e tristeza. Aqui estávamos nós, recentemente abençoados com um anjo, e eu fiquei preocupada que meu marido fosse deixado sozinho para criá-la.

A remoção de grande parte do colo do útero significou que Annette teve a sorte de superar sua batalha contra o câncer – mas isso deixou ela e os médicos preocupados com suas chances de engravidar novamente.

Publicidade

Sete anos depois, porém, suas preocupações foram superadas com alegria quando Annette deu à luz Chrissy em julho de 2007.

Enfrentando outro desafio
Parecia que todos os problemas estavam no passado, mas logo antes do primeiro aniversário de Chrissy, Troy notou um grande nódulo se desenvolvendo no lado direito.

Após uma série de consultas e exames, Troy foi diagnosticado com linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer originário de certos tipos de glóbulos brancos. “Ficamos impressionados e muito, muito assustados … não tínhamos ideia do que sentir ou esperar”, diz Annette.

Para piorar a situação, o pai de Troy havia perdido sua própria batalha contra um câncer semelhante relacionado ao sangue apenas quatro anos antes – agora a família também temia perder Troy. Mas oito meses de quimioterapia intensiva depois, seu câncer entrou em remissão. Mais uma vez, a família Turner deu um suspiro de alívio, esperando que o pior estivesse por trás deles.

“Mamãe, estou com medo”
Oito anos depois, os Turners foram confrontados com as notícias mais chocantes ainda.“Chrissy veio a mim tarde na noite de domingo em outubro de 2015 … Era uma noite de escola para ela e ela havia acabado de trocar de camisola”, lembra Annette.

“Ela me disse: ‘mamãe, estou com medo. Eu tenho esse caroço no peito e estou com medo ‘. ”

Quando Chrissy levantou a camisola, viu o caroço duro no seu mamilo direito, Annette ficou horrorizada. Ela chamou Troy pelo corredor, tentando esconder o medo da filha.“Ele perguntou a Chrissy se ele também podia ver o caroço. Nós dois nos entreolhamos com extremo medo e preocupação enquanto tentávamos permanecer calmos e fortes por Chrissy. ”

Publicidade

"Minha filha derrotou o câncer de mama quando tinha apenas oito anos"
“Provavelmente é benigno”
Após consultas com médicos, pediatras e cirurgiões, a coisa mais próxima que Annette e Troy tiveram de responder foi uma sugestão de que provavelmente era apenas um tumor benigno. Os médicos desaconselharam uma tentativa de remoção por medo de danificar o tecido mamário circundante.

Mas, tendo ambos experimentado câncer, os pais de Chrissy decidiram em fazer a remoção do caroço no peito da filha.Agendaram uma mastectomia para duas semanas depois, em novembro de 2015.

O raro diagnóstico de Chrissy
Na cirurgia, o nódulo foi removido com sucesso e toda a família relaxou – mas foi um alívio breve, porque na semana seguinte, o cirurgião ligou para entregar os resultados devastadores da biópsia.

O nódulo era cancerígeno.

Chrissy foi diagnosticada com carcinoma secretório de mama, uma doença juvenil de crescimento lento que representa menos de 0,1% de todos os cânceres de mama invasivos.”Estávamos assustados, sobrecarregados, quebrados … foi horrível”, diz Annette.

A nova jornada de Chrissy

Foi uma cirurgia intensa, mas teve sucesso, e Chrissy voltou para casa com sua família. Por fim, receberam boas notícias: os médicos conseguiram remover todo o crescimento cancerígeno e não se espalhou além do seio – o que significa que Chrissy estava em remissão com segurança. 

Agora com 12 anos e cheia de vida, Chrissy se tornou um defensora não apenas da conscientização do câncer, mas também de espalhar bondade e positividade pelo mundo. Quando ela não está fazendo isso, passa um tempo com sua irmã e melhor amiga Brianna, agora com 20 anos.

Chrissy ainda faz exames regulares de mama para monitorar sua saúde e inicia o processo de cirurgia reconstrutiva na adolescência – mas, enquanto isso, ela cresce feliz e saudável como qualquer outra criança.

"Minha filha derrotou o câncer de mama quando tinha apenas oito anos"

“Toda experiência é uma bênção”

Sua mãe, Annette, não podia estar mais orgulhosa, e sabe que, embora sua família tenha sofrido muito, eles são mais fortes por causa disso. Eles aprenderam a apreciar cada momento compartilhado entre si e a estar verdadeiramente presentes e agradecidos o tempo todo.

“Por mais difíceis que cada uma de nossas jornadas tenha sido e, mesmo assim, continuem sendo, toda experiência é uma bênção”, explica ela.

 

Publicidade