Pai perde a esposa e divide opiniões com sua triste história: Carrega seu filho nas costas enquanto trabalha!

Publicidade

 

Este homem foi flagrado por câmeras, carregando o filho nas contas enquanto trabalha carregando sacos de cimento.

A imagem chamou a atenção na web e dividiu opiniões entre os internautas. Uma cena triste, que ao mesmo tempo, mostra a forca de vontade e o amor deste pai por seu filho.

Este pai demonstra muito pelo seu filho, e a homem responsável no seu papel de pai, embora o ambiente de trabalho não sei um lugar ideal para um bebê, ao conhecer a historia deste homem, dá pra entender o que esta acontecendo com esta família.

Este homem que está na foto, passou por momentos muito difíceis, a esposa morreu em um acidente. Se vendo então em uma nova realidade, agora viúvo, ele precisou reunir forças e, ainda em estado de luto, precisou aprender a lidar com a tristeza do luto, guardando o choro em seu interior para poder cuidar do filho.

Publicidade

Pai perde a esposa e divide opiniões com sua triste história: Carrega seu filho nas costas enquanto trabalha!

Veja mais:

Fazendo o papel de pai e mãe para a criança, ele não encontrou outra solução, a não ser levar o filho para o trabalho. Sua rotina diária é a de descarregar caminhões transportando sacos de cimento.

Com tanto pesos nos braços, ele colocou o filho em uma espécie de mochila para a criança ficar nas costas, significa que, além da dor emocional da falta da mulher, ele ainda precisa suportar quilos dos sacos de cimento nos braços, agora com mais alguns quilos também nas costas, mesmo assim, ele preferiu fazer isso e cuidar da criança. Um exemplo de pai.

A iniciativa de levar o filho para o trabalho, é um modo de tê-lo junto a ele, o seu maior e mais precioso amor, ciente de que não tem mais a esposa para cuidar do bebê, ele não quer ficar longe do filho em nenhum momento, principalmente por não ter uma pessoa de confiança para deixar a criança, triste realidade para esse homem.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *