skip to Main Content

Supermercado joga fora mais de R$ 175.000 em produtos depois que uma mulher TOSSIU sobre os alimentos frescos.

Supermercado Joga Fora Mais De R$ 175.000 Em Produtos Depois Que Uma Mulher TOSSIU Sobre Os Alimentos Frescos.
Publicidade

Um supermercado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, foi forçado a jogar foram U$ 35.000 dólares ( em torno de 175.000 reais) em alimentos, depois que a mulher tossiu sobre alimentos frescos, incluindo padaria e carnes.

A polícia foi chamada e a mulher será testada por coronavírus.

O supermercado da Gerrity, na Pensilvânia, disse que a mulher tossiu sobre os produtos frescos da loja, além de uma seção de padarias, caixas de carne e outros mantimentos, o que significa que os funcionários não tinham escolha a não ser jogar tudo fora e limpar as prateleiras.

A brincadeira ocorre em um momento em que os compradores se preocupam com a diminuição dos suprimentos das lojas, já que as pessoas estocam mantimentos em meio à crise de saúde COVID-19.

Publicidade

A mulher entrou na loja por volta das 14h20 na quarta-feira à tarde antes de realizar a aparente brincadeira. Quando os funcionários do supermercado perceberam o que a mulher estava fazendo, eles rapidamente a levaram para fora da loja e contataram a polícia.
O co-proprietário do supermercado disse que tinha dúvidas de que a mulher estava fazendo isso como uma “brincadeira muito sem graca”, mas decidiu jogar fora os alimentos afetados e desinfetar as prateleiras devido a preocupações com a saúde dos outros clientes.

“Embora haja pouca dúvida de que essa mulher estava fazendo isso como uma brincadeira, não correremos nenhum risco com a saúde e o bem-estar de nossos clientes”, disse o co-proprietário Joe Fasula.

Veja Mais:

Publicidade

Não tivemos escolha a não ser jogar fora todo o produto com o qual ela entrou em contato. Trabalhamos junto com o inspetor de saúde do distrito de Hanover, identificamos todas as áreas em que ela esteve, descartamos o produto e limpamos e desinfetamos completamente ‘.
Segundo Fasula, a mulher é conhecida pela polícia como um ‘problema crônico’ para a comunidade.

Desde então, o incidente foi repassado ao Ministério Público, que planeja apresentar queixa contra a mulher em questão.

A polícia também a testará para detectar coronavírus, embora Fasula não acredite que ela tenha a doença.

“O único aspecto positivo desde caso é que ele nos deu a infeliz oportunidade de testar nossos protocolos e demonstrar o quão seriamente levamos sua segurança. A certa altura, tínhamos mais de 15 funcionários envolvidos no descarte e na limpeza ‘, acrescentou o dono do supermercado.

Não é a primeira vez que os supermercados são incomodados por brincalhões doentes de coronavírus. Um homem de Missouri foi filmado lambendo garrafas em uma prateleira de supermercado no início desta semana.

O clipe revoltante viu o homem dizendo: ‘quem tem medo de coronavírus?’, Antes de passar a língua pela prateleira.

Fonte: https://www.dailymail.co.uk/

Publicidade