Você sabe quantas cesáreas pode SUPORTAR o corpo de uma mulher?

Publicidade

 

Muitas pessoas dizem que a mulher pode se submeter a três cesáreas. Será Verdade ou mito?

Para muitos obstetras a cesárea é uma alternativa, quando não é possivel um parto natural. Embora não não seja o ideal, muitas vezes é a unica alternativa, para problemas com a mãe, má-formação física ou outras situações de riscos para o bebê.

Existem muitas preocupações não hora de decidir sobre o parto, sempre fica as duvidas e o medo da dor no parto normal.Junto a estas preocupações vem os mitos ouvidos de uma e de outra pessoa:
A mulher só pode passar por 3 cesarianas.

O senso comum de que uma mulher pode ter no máximo 3 cesáreas, procede?
O que os médicos dizem a respeito?

Segundo a Dra. Eleonora Fonseca, ginecologista e obstetra, durante a cesárea o útero é cortado, em uma região específica, para a retirada do bebê e, caso haja outras cesarianas, o corte será feito no mesmo lugar, tornando o local mais suscetível e com risco de rompimento, tanto durante o crescimento do útero quanto durante as contrações finais. Após três cesáreas o risco aumenta.

Publicidade

Caso a mulher engravide após a terceira cesárea, há que se ficar alerta a cólicas intensas durante a gravidez e a sinais de trabalho de parto. Caso a gestante de múltiplas cesáreas entre em trabalho de parto sem assistência médica, pode haver rompimento do tecido uterino, o que é grave, havendo a necessidade de retirar o útero (histerectomia).

Para o Dr. Domingos Mantelli, a mulher pode ter mais de três cesarianas, mas, que esta deve estar consciente dos desconfortos durante a gestação. Além disso, segundo o médico, o obstetra tem que ter muita habilidade para fazer um quarto, quinto ou sexto parto cesárea, devido às alterações anatômicas e aderências de cicatrizes que tornam o procedimento cirúrgico cada vez mais complexo e difícil. Além disso, estas cicatrizes podem causar obstruções no intestino delgado.

Veja mais:

Resumindo os conselhos médicos, o que se deve ter em mente é que o corpo da mulher suporta mais de três cesarianas. Em 2013, a cantora Simony teve seu quarto filho de parto cesárea e não houve qualquer complicação. No entanto, existem riscos envolvidos após a terceira cesárea, que são:

Cólicas intensas durante a gravidez

Parto não assistido – onde pode haver rompimento das finas paredes do útero, causando sangramento abundante

Possível necessidade de histerectomia em caso de sangramento abundante
Podem suceder problemas placentários

Embora os médicos não estabeleçam de maneira inflexível um número máximo de cesáreas, é consenso entre estes que não deve ultrapassar as três cirurgias. Por isso é aconselhável, logo após a primeira cesárea, os casais fazerem um planejamento familiar preventivo, evitando uma gravidez que venha a pôr em risco as vidas de mãe e bebê.

Publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *